');
NOTÍCIAS
 
 

<< listar todas as notícias

28 de abril – Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho SINTRACOM-BA participou de ato e audiência pública com diversas entidades

28 de abril – Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho
SINTRACOM-BA participou de ato e audiência pública com diversas entidades 

O SINTRACOM-BA participou de ato e audiência pública para celebrar o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, 28 de abril.

Durante a manhã, um ato público reuniu trabalhadores (as), familiares de vítimas, dirigentes sindicais e de diversas entidades que atuam em defesa da saúde e segurança do trabalho, em frente ao edifício Duarte da Costa, Iguatemi, para lembrar os nove operários – Antônio Elias, Antônio Reis, Antônio Luiz, Hélio, Jairo, José Roque, Lourival, Manuel e Martinho – que morreram no acidente do trabalho, que aconteceu em 09/08/2011, quando um elevador a cabo despencou do 25º andar, do prédio em construção.

O Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção – Sintracom-BA e a Federação Fetracom-BA participaram do ato junto com o Forumat, o Ministério Público do Trabalho – MPT e diversas entidades.

À tarde, das 13h30 às 17 horas, tem Audiência Pública na Biblioteca Central, Auditório Kátia Mattoso, Barris. O diretor de Imprensa do SINTRACOM-BA, Carlos Silva, relatou o acidente ocorrido na última terça-feira, dia 26/04, quando um colega, da empresa prestadora de serviços à Coelba, EPCL, foi a óbito enquanto trabalhava num poste com rede de energia viva, no município de Piraí do Norte, na região do Baixo Sul.

O Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho foi criado por confederações internacionais de trabalhadores, foi escolhida em razão do acidente com morte de 78 trabalhadores em uma mina no estado da Virgínia, Estados Unidos da América.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT, 2014), as mortes em razão do trabalho atingem anualmente, em todo o mundo, cerca de 2,3 milhões de trabalhadores; os acidentes de trabalho sem mortes chegam a 317 milhões e as doenças relacionadas ao trabalho acometem cerca de 160 milhões de pessoas.

O Brasil contribui significativamente para estatística mundial com mais de 700 mil acidentes e adoecimentos em consequência do trabalho por ano registrados na Previdência Social.

Na Bahia, em 2014, foram registrados 22.240 acidentes de trabalho entre segurados da Previdência Social, sendo 724 com sequelas irreversíveis e 18.279 com incapacidade temporária (Dataprev, INSS, 2014).

Nesse mesmo ano foram registrados 110 óbitos por acidente de trabalho no Estado. Na origem desses acidentes encontra-se a não adoção de medidas eficazes de proteção à saúde e segurança dos trabalhadores nos ambientes e processos de trabalho. No estado, dezenas de trabalhadores morrem todos os anos e muitos milhares são mutilados e sequelados em razão da negligência das empresas no tocante à proteção da saúde e segurança dos trabalhadores.

Vale lembrar que o grave acidente ocorrido há cinco anos, em Salvador, no qual nove trabalhadores morreram, foi por negligência da Construtora Segura no cumprimento das normas de segurança e adoção de medidas eficazes de proteção dos trabalhadores.

Os nove operários e todos os demais trabalhadores que morreram em razão de acidentes do trabalho, não podem ser esquecidos.
 
O SINTRACOM-BA está nesta luta e, desde julho de 2011, antes desse trágico acidente do trabalho, lançou a campanha UM PASSO PELA VIDA - Xô Acidentes do Trabalho na Construção, que continua em curso, e realiza mobilizações, seminários, visita canteiros de obras e participa de eventos sobre saúde e segurança, e prevenção e combate aos acidentes do trabalho.

02-05-2016 11:05:20

 
voltar para a Página Principal Enviar email
Este é um site premiado como Melhores do Mundo!